Toda la Agricultura en Internet
[Portada] [Buscador]  Noticias Precios Agrícolas Cursos Instrumental Anuncios Clasificados Recomendar Infoagro

¿Dónde estoy? Portada DDOO e IIGGPP   Todas las denominaciones


Denominaciones de Origen e Indicaciones Geográficas protegidas

 
Productos de Portugal


Productos de España

Productos de Portugal

Productos de Italia

Productos de Alemania

Productos de Brasil



  DDOO e IIGGPP de Vino
¿Falta alguna denominación?
Envíenos la información y la incluimos
Puede enviarnos cualquier información que desee incluir o comunicarnos cualquier corrección a la dirección:



O a nuestras oficinas:
Infoagro Systems, S.L.
C/Capitán Haya, 60, 3º, 28020, Madrid, España
. Tel. +34 902 11 79 29


Denominación de Origen
DOC Setúbal

Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal
, Portugal

Tel.:

Fax:

Email:
Web:

Descripcion:

A cultura da vinha nesta região é muito anterior à fundação de Portugal, remontando ao tempo dos Fenícios e dos Romanos. Mais tarde, os Árabes, povo profundamente ligado à agricultura, permaneceram alguns séculos na península do Tejo-Sado, dando grande incremento à vitivinicultura, apesar de a sua religião não permitir o consumo de bebidas alcoólicas.
Em 1907/1908 foi demarcada a região de produção do famoso vinho generoso Moscatel de Setúbal.
As designações tradicionais "Moscatel de Setúbal" e "Roxo" estão reservadas para os vinhos DOC Setúbal elaborados com, pelo menos, 85% de mosto proveniente destas castas. A menção "Superior" pode ser utilizada como designativo de qualidade.
O clima da região é misto, sub-tropical e mediterrânico, com amplitudes térmicas médias, sendo influenciado pela proximidade do mar e pelas bacias hidrográficas dos rios Tejo e Sado.

LEGISLAÇÃO BASE
Decreto-Lei N.º 13/92, de 4 de Fevereiro.
 
ÁREA GEOGRÁFICA
A área geográfica correspondente à Denominação de Origem Controlada "Setúbal" abrange os concelhos de Palmela e Setúbal e parte da freguesia de Nossa Senhora do Castelo, do concelho de Sesimbra.

Tipos de Vinho Rendimento Máximo (hl/ha) Título Alcoométrico Volúmico Mínimo (%vol.) Estágio Mínimo Obrigatório(meses)
VLQPRD (licoroso)
   Tinto
   Branco

70
70

16,5 a 22 Adq.
16,5 a 22 Adq.

24
24

CASTAS RECOMENDADAS
Vinhos Tintos Vinhos Brancos
Moscatel Galego Roxo (Moscatel Roxo), com um mínimo de 67% do encepamento. Moscatel Graúdo (Moscatel de Setúbal1), com um mínimo de 67% do encepamento.
1 - Apenas na rotulagem do VLQPRD Setúbal.
 
CARACTERÍSTICAS ORGANOLÉPTICAS
Vinhos Tintos Vinhos Brancos
Com produção muito limitada e por isso menos conhecido do que o vinho branco, tem o aroma mais seco e complexo, mas não menos rico. A prova excede as expectativas criadas no aroma. Envelhece nobremente. Este vinho licoroso é caracterizado pelas suas especiais qualidades de aroma e sabor, peculiares e inconfundíveis, resultantes das castas e das condições edafo-climáticas. De cor dourada, que vai do topázio claro ao âmbar, e aroma floral exótico, com toques de mel, tâmaras e laranja




Otras denominaciones de Vino de Portugal







 


PORTADAContactoPublicidad
© Copyright Infoagro Systems, S.L.