Toda la Agricultura en Internet
[Portada] [Buscador]  Noticias Precios Agrícolas Cursos Instrumental Anuncios Clasificados Recomendar Infoagro

¿Dónde estoy? Portada DDOO e IIGGPP   Todas las denominaciones


Denominaciones de Origen e Indicaciones Geográficas protegidas

 
Productos de Portugal


Productos de España

Productos de Portugal

Productos de Italia

Productos de Alemania

Productos de Brasil



  DDOO e IIGGPP de Vino
¿Falta alguna denominación?
Envíenos la información y la incluimos
Puede enviarnos cualquier información que desee incluir o comunicarnos cualquier corrección a la dirección:



O a nuestras oficinas:
Infoagro Systems, S.L.
C/Capitán Haya, 60, 3º, 28020, Madrid, España
. Tel. +34 902 11 79 29


Denominación de Origen
DOC Ribatejo

Comissão Vitivinícola Regional do Ribatejo
, Portugal

Tel.:

Fax:

Email:
Web:

Descripcion:

A vinha existe nesta região há vários séculos e a sua fama é anterior à fundação da nacionalidade.
D. Afonso Henriques referiu-se aos seus vinhos no foral concedido a Santarém, em 1170, e mais tarde, durante os séculos XIV e XV, vários monarcas portugueses, nomeadamente D. Pedro I, D. Fernando, D. Afonso V e D. João II, tiveram a preocupação de proteger os vinhos desta região, proibindo a entrada dos vinhos de fora ou decretando outras medidas proteccionistas.
. As características bem diferenciadas dos solos do Ribatejo, "lezíria", "bairro" e "charneca", a tipicidade das castas utilizadas nesta região e o clima sub-mediterrânico temperado, bastante influenciado pela proximidade do Tejo, bem como a qualidade que o homem lhe confere, estão na origem de vinhos com uma identidade muito própria.
A Denominação de Origem Controlada "Ribatejo" compreende seis Sub-Regiões: "Cartaxo", "Santarém", "Almeirim", "Coruche", "Tomar" e "Chamusca".

LEGISLAÇÃO BASE
Decreto-Lei N.º 45/2000, de 21 de Março e Decreto-Lei Nº 216/2003, de 18 de Setembro.
 
ÁREA GEOGRÁFICA
A área geográfica de produção da Denominação de Origem Controlada "Ribatejo" corresponde à área de todas as sub-regiões que são as seguintes:
Sub-Região Almeirim
Os concelhos de Almeirim, Alpiarça e Salvaterra de Magos.
Sub-Região Cartaxo
Os concelhos da Azambuja e Cartaxo.
Sub-Região Chamusca
Os concelhos de Chamusca, Golegã, Abrantes (freguesia do Tramagal) e Constância (freguesia de Santa Margarida da Coutada).
Sub-Região Coruche
Os concelhos de Benavente e Coruche.
Sub-Região Santarém
Os concelhos de Rio Maior e Santarém.
Sub-Região Tomar
Os concelhos de Tomar, Torres Novas, e Ferreira do Zêzere (freguesia de Chãos) e Vila Nova da Barquinha (freguesia de Praia do Ribatejo).
Nota: O limite natural que separa as sub-regiões de Almeirim das do Cartaxo e Santarém é o rio Tejo.

Produtos Rendimento Máximo (hl/ha) Título Alcoométrico Volúmico Mínimo (%vol.) Estágio Mínimo Obrigatório(meses)
VQPRD      
   Tinto
   Rosado
   Branco
80
80
90
11,5 Adq.
11,5 Adq.
11 Adq.
autorizado o engarrafamento a partir de 31/Março dessa campanha
VEQPRD(espumante)   10,5 Adq.  
VLQPRD (licoroso)   17,5 Adq.  
Aguardente de Vinho      
Vinagre de Vinho      

CASTAS RECOMENDADAS
Vinhos Tintos e Rosados Vinhos Brancos
Aragonez (Tinta Roriz), Baga, Camarate, Castelão (João Santarém1 ou Periquita) Preto Martinho, Tinta Miúda, Touriga Franca, Touriga Nacional e Trincadeira (Tinta Amarela) as quais devem representar, no mínimo, 50 % do encepamento; Alfrocheiro, Alicante Bouchet, Bastardo, Cabernet Sauvignon, Caladoc, Esgana Cão Tinto, Grand Noir, Jaen, Merlot, Moreto, Petit Verdot, Pinot Noir, Tinta Barroca, Tinta Caiada, Tinto Cão. Arinto (Pedernã), Fernão Pires (Maria Gomes), Rabo de Ovelha, Tália, Trincadeira das Pratas, Verdelho e Vital, as quais devem representar, no mínimo, 50 % do encepamento; Alicante Branco, Alvarinho, Cerceal Branco, Chardonnay, Malvasia Rei, Moscatel Graúdo, Pinot Blanc, Sauvignon, Síria (Roupeiro), Tamarez e Viosinho.
1 - Apenas na rotulagem do VQPRD Ribatejo, sub-região Santarém.
 
CARACTERÍSTICAS ORGANOLÉPTICAS
Vinhos Tintos Vinhos Brancos
Caracterizam-se por ter cor granada que com o tempo evolui para rubi. Apresentam aromas a frutos vermelhos, taninos equilibrados e arredondados o que permite um bom envelhecimento, adquirindo mais macieza e aveludado. De cor citrina ou palha aberto, especialmente frutados, secos, com aromas entre o floral e o frutado, ligeiramente acídulos o que lhes confere juventude, leveza e finura de boca.




Otras denominaciones de Vino de Portugal







 


PORTADAContactoPublicidad
© Copyright Infoagro Systems, S.L.